Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juro do cartão de crédito cai pela 1ª vez para um dígito

Segundo a Anefac, taxa média mensal de juros passou de 10,41% em setembro para 9,37% em outubro – a menor da série histórica iniciada em 1995

A taxa média mensal do rotativo do cartão de crédito recuou 1,04 ponto porcentual em outubro, de 10,41% em setembro para 9,37%, segundo a Pesquisa de Juros da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), divulgada nesta quarta-feira. A taxa é a menor da série histórica, iniciada em 1995, e pela primeira vez ficou abaixo de 10%. “Não temos mais no país taxa mensal média de dois dígitos”, disse o coordenador do levantamento, Miguel José Ribeiro de Oliveira. No ano, os juros passaram de 228,17% para 192,94%, na mesma base de comparação.

Em nota, a Anefac avalia que as taxas de juros poderão seguir em queda nos próximos meses devido à melhora da economia e à maior competição no sistema financeiro após os bancos públicos baixarem suas taxas. Segundo a Anefac, a expectativa de redução dos índices de inadimplência no segundo semestre deve dar suporte adicional a essa tendência.

Leia mais:

Mercado financeiro descarta aumento dos juros em 2013

Itaú Unibanco reduz juros de linhas de crédito

Todas as seis linhas de crédito para pessoa física pesquisadas pela instituição registraram queda nas taxas no décimo mês do ano. A taxa média recuou 0,31 ponto porcentual no mês (6,81 pontos porcentuais em doze meses), passando de 5,81% ao mês em setembro para 5,50% em outubro. Foi também a menor taxa da série histórica.

Entre as taxas oferecidas nesta categoria, os juros cobrados no cheque especial baixaram 0,20 ponto porcentual, passando de 7,95% para 7,75% ao mês. No ano, passaram de 150,42% para 144,91%.

Os juros do crediário no varejo ficaram 0,10 ponto porcentual menores, passando de 4,20% para 4,10%. No ano, passaram de 63,84% para 61,96%.

Empresas – Foram reduzidas ainda as taxas das três linhas de crédito para pessoa. A taxa de juros média geral caiu 0,14 ponto porcentual (2,38 pontos porcentuais em doze meses), passando de 3,31% em setembro para 3,17% em outubro – também a menor taxa de juros da série histórica, que, neste caso, data de 1999.

Já entre as taxas oferecidas para empresas, o maior recuo (de 0,21 ponto porcentual) foi registrado na conta garantida, cuja alíquota média passou de 5,94% em setembro para 5,73% em outubro (de 99,86% para 95,15% ao ano).

Os juros para capital de giro recuaram 0,18 ponto porcentual, passando de 1,72% para 1,54% ao mês (de 22,71% para 20,13% ao ano), e para desconto de duplicatas baixaram 0,03 ponto porcentual, de 2,26% para 2,23% (de 30,76% para 30,30% ao ano).

(com Estadão Conteúdo)