Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juro bancário menor deve estimular varejo, avalia IBGE

Por Daniela Amorim

Rio de Janeiro – A pressão do governo pela redução dos juros ao consumidor deve ajudar as vendas do comércio varejista nas próximas leituras da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), do Instituto Brasileiro de Geografia (IBGE), na avaliação de Reinaldo Pereira, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do instituto, feita nesta quinta-feira.

“Os bancos vêm baixando os juros de crédito direto ao consumidor, cheque especial, cartão de crédito. E isso realmente é um estímulo para o consumo. Então temos de aguardar para ver qual será o impacto dessas medidas no comércio varejista”, disse Pereira.

Pelo menos três atividades, entre as dez que integram o varejo ampliado na PMC, podem ser beneficiadas pela redução nos juros bancários. “Algumas atividades são mais sensíveis a crédito: eletroeletrônicos, automóveis e a parte de informática também. Então repercute por aí (a redução nos juros)”, disse o gerente do IBGE.

Pereira avalia ainda que é possível o corte nos juros ajudar a diminuir a inadimplência nos financiamentos de veículos, fazendo com que as financeiras voltem a facilitar o crédito para o consumidor. Para ele, há esperança de melhora no horizonte.

“Se o crédito for mais facilitado por causa de juros menores, essa inadimplência, por exemplo, vai diminuir, e acredito então que a oferta por parte dos bancos e das financeiras deve aumentar. Isso vai ampliar o consumo”, concluiu.