Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Juncker diz que alerta da S&P é chocante e exagerado

Por Danielle Chaves

Frankfurt – O alerta da Standard & Poor’s sobre os ratings de países da zona do euro, que foram colocados ontem em perspectiva negativa, é “chocante” e “exagerado”, segundo Jean-Claude Juncker, presidente do Eurogrupo.

Em uma entrevista à rádio Deutschlandfunk, Juncker afirmou que as agências de classificação de risco sujaram a reputação delas ao não conseguirem prever a crise de dívida subprime nos EUA e suas decisões, portanto, devem ser recebidas com ceticismo.

Juncker, que é um dos principais coordenadores dos esforços da zona do euro para resolver a crise de dívida, disse também que o momento do anúncio da S&P não é uma coincidência. Ontem o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, reiteraram que vão pressionar por uma integração fiscal na zona do euro e em toda a União Europeia.

No fim do dia, a S&P alertou que pode fazer um grande rebaixamento nos ratings de crédito de países da zona do euro se os líderes europeus não chegarem a um acordo sobre novas medidas para solucionar a crise de dívida na cúpula da UE marcada para esta sexta-feira.

Juncker elogiou os planos de Merkel e Sarkozy e comentou que pequenas mudanças nos tratados deverão ser concluídas sem referendos dos governos e estarão prontas até março de 2012, no máximo. As informações são da Dow Jones.