Clique e assine a partir de 9,90/mês

JPMorgan poderá fazer aporte de US$ 450 milhões ao Twitter

Informação divulgada pelo jornal Financial Times mostra que investimento poderia elevar valor de mercado da rede para US$ 4,5 bilhões

Por Da Redação - 28 fev 2011, 11h09

Um fundo de tecnologia do banco de investimentos americano JPMorgan está negociando a compra de participação significativa no Twitter, de acordo com a edição de domingo do jornal britânico Financial Times. As negociações estariam sendo costuradas com o co-fundador do site, Biz Stone.

Segundo a reportagem do jornal, citando fontes próximas ao banco, o fundo planeja adquirir 10% do site de rede social por 450 milhões de dólares, avaliando a companhia em 4,5 bilhões de dólares. O banco afirmou, na última sexta-feira, que levantou 1,22 bilhão de dólares para o fundo, que leva o nome de Digital Growth.

Ainda de acordo com o FT, o banco deverá captar mais de 1 bilhão de dólares com até 480 investidores. Caso concretizada, a captação poderia colocar o Twitter ainda mais próximo da abertura de capital – considerando que a autoridade reguladora do mercado de capitais dos Estados Unidos, a Security Exchange Comission (SEC), prevê que empresas com mais de 500 investidores tenham ações listadas na bolsa.

O JPMorgan espera investir um terço dos recursos do fundo em outra empresa de Internet, como a de jogos online Zynga ou o Skype, segundo a publicação. O montante remanescente seria destinado a outras seis companhias, que poderiam incluir o site de compras coletivas LivingSocial ou a varejista online Gilt.

Continua após a publicidade
Publicidade