Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ozonioterapia e os resultados surpreendentes na estética

Tratamento traz diversos benefícios para acne, celulites, gordura localizada, estrias, flacidez, rugas e ainda melhora o sistema imunológico do paciente

Por JayPRO - Atualizado em 3 jan 2020, 11h31 - Publicado em 12 dez 2019, 16h03

Um estudo realizado pelo Sebrae em julho de 2018 mostrou que entre 2010 e 2015 o número de centros estéticos subiu 567% no Brasil e só o mercado da estética, movimentou mais de R$ 40 milhões de reais em todo o país. A previsão de crescimento até 2020 é de mais de 14%. 

Por isso, o mercado da estética é um dos ramos mais promissores e de destaque em todo o país. E em um negócio tão competitivo, “sai na frente” quem inova nos tratamentos e busca por especializações. E foi exatamente isso que a especialista em disfunções estéticas, Janaína Bensdorp fez.

Proprietária da sua própria clínica de estética em Marília – São Paulo, há mais de cinco anos, a empresária nunca parou de estudar e vive em constante capacitação há mais de dez anos. Recentemente, recebeu o Prêmio TOP OF MIND BRAZIL – INBRAP, que lhe confere o título de profissional referência em Estética 2018/2019 em toda sua região.

Além disso, Janaína também é palestrante e ministra cursos online e presenciais para profissionais da estética do Brasil e da Europa. O reconhecimento de todo esse sucesso, se dá por meio dos diversos protocolos exclusivos e desenvolvidos pela profissional para emagrecimento e agora, sua nova linha de pesquisa, que é voltada para os procedimentos estéticos com o uso da Ozonioterapia.

“Eu amo meu trabalho e faço tudo isso com muito amor e dedicação. A Ozonioterapia é um procedimento minimamente invasivo (ou não, quando usado em bags) que apresenta ótimos resultados na melhora da celulite, gordura localizada, flacidez, estrias, rugas, alopecia, hipertrofias, acne, etc. Já estamos tendo vários resultados surpreendentes com essa técnica”, comenta a especialista em disfunções estéticas.

Desenvolvida na Alemanha, no século XIX, a Ozonioterapia é um tratamento curativo centenário reconhecido em mais de 50 países. Além da cura e eficácia em doenças, o procedimento também tem mostrado muitos resultados em tratamentos estéticos. Basicamente, o método utiliza a mistura de dois gases: oxigênio (95%) e o ozônio (5%). Essa mistura é feita por meio de um gerador de ozônio medicinal e é muito usada no mundo da estética. 

Entre os benefícios que a Ozonioterapia causam no organismo, estão: liberação de óxido nítrico, modulação do sistema imunológico, otimização da drenagem linfática, efeito lipolítico, liberação de fatores de crescimento ou regeneração, efeito germicida (bactericida, fungicida e vermicida), regulação do metabolismo e das funções hepática, renal e tireoidiana e melhora da liberação de oxigênio nos tecidos. 

“Resumidamente, o gás (O3) irá atuar reduzindo o processo inflamatório que o acúmulo de gordura provoca, além disso, o procedimento aumenta a vascularização da região que for plicado, reduz medidas eliminando a gordura local. Nos tratamentos faciais, conseguimos alcançar grandes resultados com a ativação circulatória, oxigenação dos tecidos e proteção contra radicais Livres, o que permite o controle e o clareamento de manchas, por exemplo. Outro fator importante, é que o ozônio potencializa em até 10 vezes mais o resultado de outros tratamentos, como a criolipólise – técnica que utilizamos para o congelamento da gordura aqui na clínica”, esclareceu Janaína.

A profissional continua em busca de novas especializações e está ganhando muito seguidores e pacientes no seu Instagram (@janainabensdorp), por responder dúvidas e esclarecer de maneira fácil, como funcionam os diferentes tipos de procedimentos estéticos.

 
Publicidade