Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Joesley Batista põe à venda apartamento em Nova York, ilha e iate

O empresário, preso desde setembro, é um dos sócios da J&F, empresa que assinou acordo de leniência que prevê pagamento de R$ 10,3 bilhões em multas

Por Da redação - Atualizado em 14 nov 2017, 09h51 - Publicado em 13 nov 2017, 17h11

O empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, pôs à venda seu apartamento em Nova York, além da ilha particular em Angra dos Reis e seu iate. A informação foi dada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Joesley está preso desde setembro, acusado de operar no mercado financeiro com informação privilegiada. O grupo J&F, do qual é um dos donos, assinou em maio um acordo de leniência com o Ministério Público que prevê o pagamento de 10,3 bilhões de reais em multas. Desde então, a empresa tem vendido ativos, como Vigor, Alpargatas e Eldorado, para levantar recursos.

A propriedade Nova York é um dúplex localizado na 5ª Avenida, um dos endereços mais famosos da metrópole americana. A ilha particular foi adquirida em 2013 dos apresentadores Luciano Huck e Angélica. A informação de que a propriedade seria vendida fora antecipada pela coluna Radar, do site de VEJA, em julho deste ano.

A embarcação, batizada de Why Not (“por que não?”, em tradução livre), foi comprada por cerca de 20 milhões de reais. Em maio, dias antes da divulgação da delação premiada, o iate foi levado de Itajaí  (SC), onde estava ancorado, para Miami. A JBS informou à época que a embarcação seria vendida.

Publicidade

Procurada por VEJA, a J&F disse que não comentaria o assunto.

Publicidade