Clique e assine a partir de 9,90/mês

Jeff Bezos diz que tabloide utiliza fotos íntimas para chantageá-lo

Fundador da Amazon, considerado o homem mais rico do mundo, terminou casamento pouco antes do jornal 'National Enquirer' publicar matéria sobre sua amante

Por Da Redação - 8 Feb 2019, 06h01

Jeff Bezos, fundador da Amazon e considerado atualmente o homem mais rico do mundo, acusou, nesta quinta-feira 7, a American Media Inc. (AMI), companhia dona do tabloide americano National Enquirerde tentativa de “extorsão e chantagem” para evitar investigações sobre o vazamento de fotos íntimas do empresário.

Em janeiro, Bezos anunciou o divórcio com sua mulher, MacKenzie Bezos, após 25 anos de matrimônio. Pouco após o término do casamento, a publicação divulgou uma matéria sobre um caso dele com a jornalista Lauren Sánchez, contratada para fazer vídeos para a Blue Origin, empresa aeroespacial pertencente ao fundador da Amazon. O tabloide demonstrou ter acesso a mensagens de texto e fotos de Bezos com Lauren.

O empresário solicitou investigações sobre o caso e afirmou que a AMI entrou em contato para demovê-lo da ideia. De acordo com ele, representantes ameaçaram publicar fotos íntimas dele com Sánchez caso vá adiante.

Ainda de acordo com o empresário, a AMI teme as investigações por razões políticas. Ele citou a colaboração do grupo com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e suas conexões com o governo da Arábia Saudita.

Continua após a publicidade

Bezos é dono do Washington Post, jornal que tinha Jamal Khashoggi, dissidente saudita recentemente assassinado, como colunista.

“Obviamente não quero fotos pessoais publicadas, mas também não participarei de sua conhecida prática de chantagem, favores políticos, ataques políticos e corrupção”, escreveu Bezos sobre a AMI. “Se na minha posição não posso resistir a esse tipo de extorsão, quantas pessoas podem.”

A Amazon e a AMI não comentaram.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade