Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Japão retoma negociações para vender à Índia tecnologia atômica

Tóquio, 29 out (EFE).- Japão e Índia acordaram neste sábado retomar as negociações, suspensas após o acidente nuclear de Fukushima, para concluir o pacto pelo qual os japoneses vão transferir tecnologia atômica de uso civil aos indianos.

A decisão ocorreu em Tóquio durante o encontro entre o ministro das Relações Exteriores japonês, Koichiro Gemba, e seu colega indiano, Somanahalli Mallaiah Krishna, de visita oficial à capital japonesa, informou a agência local ‘Kyodo’.

A intenção do Japão de retomar a exportação de tecnologia nuclear pode gerar críticas neste momento porque a crise na usina nuclear de Fukushima, que obrigou a suspensão das negociações de transferência com a Índia e outros quatro países, ainda não está solucionada.

Em setembro, o primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, declarou em discurso nas Nações Unidas que o Japão elevaria a segurança no que diz respeito à geração de energia nuclear ‘ao mais alto nível mundial’ e que seguiria exportando tecnologia de fusão atômica e também conhecimentos técnicos.

Em entrevista coletiva conjunta após a reunião deste sábado, Gemba explicou que o Japão quer incluir uma cláusula no acordo de cooperação que prevê a interrupção da parceira se a Índia fizer testes com armas nucleares.

‘Esperamos a compreensão com relação às reservas do Japão, como único país que sofreu bombardeios atômicos, para buscar o desarmamento nuclear’, justificou Gemba.

Os chanceleres do Japão e da Índia, segunda e terceira economias da Ásia, concordaram promover o comércio e o investimento amparando-se em um Tratado de Livre-Comércio (TLC) assinado pelos dois países que entrou em vigor em agosto. EFE