Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Japão mantém juro zero e eleva a previsão de crescimento

Banco Central japonês avalia que economia superou período de desaceleração

O Banco do Japão (BOJ) manteve nesta terça-feira a taxa de juros virtualmente em zero e elevou de 2,1% para 3,3% sua previsão de crescimento da economia japonesa no ano fiscal 2010, que concluirá em março.

Ao fim de uma reunião de dois dias, o BOJ rebaixou sua previsão de crescimento econômico para o ano fiscal de 2011 de 1,8% para 1,6%, enquanto espera para 2012 aumento de 2%, um décimo menos que o estimado em outubro.

Quanto ao Índice de Preços ao Consumidor (IPC), a instituição japonesa prevê que no ano fiscal de 2010 registrará queda de 0,3%, um décimo menos do que o calculado em outubro.

Para 2011, o BOJ projeta uma inflação de 0,3%, dois décimos mais que o estimado há três meses; e para 2012, de 0,6%, o mesmo índice do cálculo anterior.

Em sua reunião desta terça-feira, o BOJ manteve as taxas de juros entre 0% e 0,1%, conforme a política excepcional adotada em outubro para impulsionar o crescimento econômico e lutar contra a deflação.

O BOJ considerou após a reunião que a economia japonesa superará “gradualmente” a desaceleração para retomar o caminho da “recuperação moderada”, com as economias emergentes e exportadoras de matérias-primas impulsionando o crescimento econômico mundial.

Em comunicado, a entidade assinalou ainda que espera que a deflação, há 21 meses instalada no Japão, caia pouco a pouco.

“O Banco seguirá vigiando com atenção as previsões de atividade econômica e os preços, e tomará medidas de forma adequada”, concluiu a instituição.

(com Agência EFE)