Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Itaú é o último grande banco privado a baixar juros

Todos os correntistas do banco terão acesso a linhas mais baratas de financiamento de veículos e crédito consignado INSS

O Itaú Unibanco completou nesta quarta-feira a lista dos grandes bancos privados a seguirem a estratégia das instituições financeiras públicas de reduzir os juros para pessoas físicas e pequenas empresas. As novas taxas passam a valer a partir da próxima segunda-feira. Mais cedo, o Bradesco, terceiro maior banco do país, também havia divulgado valores mais baixos.

Segundo comunicado divulgado pelo Itaú, todos os clientes correntistas terão o benefício nas linhas de financiamento de veículos e no crédito consignado INSS. Os juros menores valerão apenas para as novas contratações nas agências.

No caso do financiamento de automóveis, a taxa mínima sofrerá redução de 8%, para 0,99% ao mês, e estará disponível para correntistas há mais de um ano. Para ter acesso ao crédito com juros reduzidos, o interessado terá de dar entrada de 50% do valor do veículo, com parcelamento em até 24 meses.

Nos empréstimos consignados para beneficiários do INSS, a taxa mínima foi reduzida para 0,89% ao mês, e a máxima, para 2,20% ao mês. As novas alíquotas passam a valer a partir de segunda-feira, dia 23 de abril.

“Em linha com as reduções da taxa básica de juros pelo Banco Central e com o cenário de crescimento econômico positivo para o país no segundo semestre de 2012, anunciamos estas reduções de taxas. Desta forma, com a redução dos spreads, acreditamos que damos mais uma contribuição para o processo de transformação e desenvolvimento nacional”, afirma Roberto Setubal, presidente do Itaú Unibanco.

Novo pacote – Além de baixar os juros, o Itaú anunciou o lançamento do pacote de tarifas MaxiConta Portabilidade Salário voltado tanto a clientes que já recebem seu salário em conta corrente no banco quanto aos interessados em passar a recebê-lo. Ao aderir a esse pacote, que estará disponível a partir de 2 de maio, o correntista passa a ter acesso a taxas de juros reduzidas e maior número de transações bancárias incluídas. Ele também passa a ter direito ao serviço da instituição de recebimento de mensagens de texto (SMS) que ajuda a controlar as movimentações financeiras.

Queda de até 47% – Os juros para os clientes do MaxiConta Portabilidade Salário cairão até 47%. É o caso da taxa mínima do cheque especial (LIS), que será reduzida para 1,95% ao mês. No cartão de crédito, o rotativo passará a ter taxas mínimas a partir de 3,85% ao mês. Para os correntistas cadastrados no novo pacote que usarem, por três meses consecutivos, mais de 50% do limite do cheque especial ou do rotativo do cartão, o Itaú oferecerá parcelamento do saldo com taxa a partir de 4% ao mês, em até 24 meses.

De acordo com o Itaú Unibanco, os clientes Itaú Uniclass – segmento de renda média-alta – que aderirem ao MaxiConta Portabilidade terão uma vantagem extra de contar com até dez dias sem juros no cheque especial (LIS).

Micro e pequenas empresas – Às micro e pequenas empresas que são clientes do Itaú serão oferecidas menores taxas de juros em diversas linhas de crédito. No cheque especial (LIS), os juros cairão 66% e passam a ser de a partir de 1,95% ao mês. No capital de giro, os juros serão a partir de 1,14% ao mês, em desconto de duplicatas e cheques, a partir de 1,29% ao mês. Na antecipação de recebíveis de cartões, por fim, a taxa mínima passa a ser de 1,05% ao mês. Hoje o volume de crédito disponível para este segmento é superior a 70 bilhões de reais.