Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Itaipu abre comportas e libera quase meia Cantareira por segundo

Reservatório da hidrelétrica precisa se livrar do excesso de água causado pelas chuvas dos últimos dias

Enquanto os reservatórios do Sudeste e do Nordeste sofrem com a falta de chuvas, na Usina Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu (PR), sobra água para produzir energia e até para “jogar fora”. Nesta sexta-feira, a usina abrirá as comportas a partir das 23 horas.

O objetivo é evitar que o excesso de águas, causado pelas fortes chuvas dos últimos dias, inunde cidades localizadas no entorno dos rios que abastecem a hidrelétrica. O volume de água liberado pode chegar a 3,8 metros cúbicos por segundo. Isso representa quase 40% de todo o volume captado pelo Sistema Cantareira para o consumo dos moradores da Grande São Paulo.

Apesar de ser uma atração turística, a abertura das comportas costuma ser evitada a todo o custo pela equipe técnica de Itaipu, já que libera água que poderia ser usada para produção da energia. Segundo a assessoria de imprensa da instituição, a hidrelétrica produz menos energia do que é capaz. A produção é de 12 000 megawats-hora, e a capacidade, de ante 14 000. A última vez que isso aconteceu foi em julho deste ano.

“Queremos aproveitar o máximo da água para transformar em megawatts-hora e armazenar o restante no reservatório. Neste caso, a fartura de água é tão grande que vamos verter”, disse, em nota, o superintendente de operação, Celso Torino.

Leia também:

Dólar alto é o novo vilão das contas de luz; aumento pode chegar a 9,5%