Clique e assine a partir de 9,90/mês

Israel autoriza exportações de tomates de Gaza, bloqueadas desde 2007

Por Da Redação - 5 fev 2012, 11h48

Gaza, 5 fev (EFE).- O governo de Israel liberou neste domingo as exportações de tomates cereja da Faixa de Gaza pela primeira vez desde que impôs um ferrenho bloqueio comercial ao território em junho de 2007 devido à ascensão do grupo radical Hamas ao poder local, informaram fontes oficiais palestinas.

Dois caminhões carregados de tomates saíram neste domingo do território palestino através do posto militar israelense de Kerem Shalom rumo à Jordânia, confirmou um comunicado de imprensa Raed Fattouh, oficial do Hamas responsável pelas credenciais de controle.

Nos últimos anos, Israel permitiu em algumas poucas ocasiões a saída de produtos agrícolas da Faixa de Gaza, mas as exportações estavam limitadas a morangos e flores. Esta é a primeira vez desde o início do bloqueio em que o Estado judaico libera as exportações de tomates.

As poucas autorizações representam um alívio para os agricultores palestinos que vivem na Faixa, onde estão há quatro anos e meio sem acesso aos mercados internacionais.

Em 2010, as autoridades israelenses decidiram aliviar o bloqueio a Gaza após as duras críticas internacionais que seguiram ao violento ataque da chamada Flotilha da Liberdade por parte das Forças Armadas israelenses, que reprimiram o avanço das embarcações destinadas a levar ajuda humanitária aos palestinos da Faixa.

Mas, embora agora muitos mais produtos tenham acesso a Gaza, continuam proibidas as exportações em geral e a entrada de materiais de construção e outras máquinas essenciais para a reconstrução de prédios e reabilitação da indústria local, deteriorada. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade