Clique e assine a partir de 9,90/mês

Irlanda garante que está cumprindo com êxito exigências da UE e do FMI

Por Da Redação - 19 jan 2012, 11h40

Dublin, 19 jan (EFE).- O Governo irlandês anunciou nesta quinta-feira que está cumprindo com ‘êxito’ os objetivos estabelecidos com a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) para o país receber uma ajuda de 85 bilhões de euros.

A constatação foi feita pelo ministro das Finanças, Michael Noonan, antes dos inspetores da troika, formada pelo FMI, UE e o Banco Central Europeu (BCE), apresentarem nesta quinta-feira em Dublin suas conclusões sobre a revisão das medidas adotadas pelo Governo irlandês no último trimestre e as metas para o período seguinte.

Este é a quinta análise efetuada por esses organismos desde que a Irlanda aceitou no final de 2010 o programa de ajuda proposto pela troika. Como nas outras vezes, o Governo irlandês destacou seus ‘constantes progressos’ para cumprir os objetivos incluídos no resgate.

Segundo o ministro, as metas de consolidação fiscal foram alcançadas com ‘significativa folga’. A previsão é de que o déficit público de 2011 fique abaixo dos 10%, número inferior ao 10,6% estabelecido com a troika.

Continua após a publicidade

No setor financeiro, uma medida adotada foi o desinvestimento em massa de ativos ou reduções nos folhas de balanço dos bancos nacionais. A venda de ativos contabilizou no ano passado 40.500 bilhões de euros, acima dos 34.700 bilhões de euros fixados pela UE e o FMI.

O Bank of Ireland e o Allied Irish Banks (AIB), os dois principais bancos do processo de reestruturação das finanças irlandesas, tiveram uma receita de 15 bilhões de euros graças a vendas de ativos.

Segundo o ministro, o objetivo do resgate é fazer a economia crescer e gerar empregos. Noonan disse que apesar do sucesso das medidas, ainda há muito para ser feito. Para 2012, o objetivo é economizar 3.800 bilhões de euros e reduzir o déficit público até 8,6% do Produto Interno Bruto (PIB). EFE

Publicidade