Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

iPhone é celular mais vendido no mundo no Natal

Segundo levantamento da Flurry, Apple dominou metade das vendas na semana passada. iPhone 6 liderou vendas

Por Da Redação 30 dez 2014, 11h56

Sete anos após ter lançado seu primeiro iPhone, fato que revolucionou a indústria de dispositivos móveis (mobile) no mundo, a Apple conquistou uma posição importante no varejo. Segundo levantamento da empresa Flurry Analytics, na semana do Natal, os celulares e os chamados phablets (smartphones com tela grande) da Apple responderam por 51% das ativações – quando um novo aparelho vendido é ativado e começa a operar. O levantamento considerou 600 mil ativações em todo o mundo entre os dias 19 e 25 de dezembro.

A Samsung ficou na segunda posição com 18% das novas ativações, enquanto a Microsoft, controladora da Nokia, respondeu por apenas 5,8%. Sony e LG registraram 1,6% e 1,4%, respectivamente, das vendas, mas as asiáticas Xiaomi, Huawei e HTC não chegaram a 1% cada. Segundo a Flurry, o Natal não é a data que os asiáticos mais trocam presentes, o que pode ter refletido no baixo desempenho das fabricantes locais.

Como prova do domínio da Apple, para cada dispositivo móvel da Samsung vendido, a companhia vendeu 2,9. Considerando o Lumia, da Microsoft, a Apple vendeu 8,8 vezes mais.

Leia mais:

Produção local não barateia preço do iPhone no Brasil

iPhone 6 mais caro do mundo é no Brasil

De acordo com o levantamento, o Natal de 2014 apresentou um grande aumento no número de ativações de phablets. Prova disso foi a presença do iPhone 6 Plus, lançado em setembro último, na lista dos mais vendidos. O celular de 5,5 polegadas ficou em quinto lugar em vendas. O iPhone 6, modelo inferior ao Plus, encabeçou a lista. Mesmo assim, a preferência ainda é por celulares de tamanho médio – a ativação desse modelo foi cerca de cinco vezes maior do que o de phablets.

Continua após a publicidade
Publicidade