Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

IPCA de maio guia Faria Lima antes de decisão do Fed

Abertura de mercado: O Ibovespa caiu para a faixa de 120 mil pontos e o dólar sobe de forma consistente, alcançando o maior patamar desde janeiro de 2023

Por Tássia Kastner
Atualizado em 11 jun 2024, 12h12 - Publicado em 11 jun 2024, 08h33

O IBGE divulga logo mais, às 9h, a inflação do mês de maio, mostrando a primeira aceleração de preços após sete meses consecutivos de baixa. O IPCA deve ter subido 0,40% no mês passado, levando a inflação em 12 meses a 3,87%.

Trata-se de uma alta ainda confortavelmente dentro da meta, que é de 3%, mas tem tolerância até a faixa de 4,50%. Ainda assim, se confirmada, a aceleração chega em um momento em que o Banco Central e o mercado financeiro discutem abertamente a “desancoragem” das expectativas. Quando todo mundo espera uma inflação mais alta, ela acaba acontecendo mesmo numa espécie de profecia autorrealizável.

Nisso, há um risco elevado de que o BC precise manter os juros mais elevados apenas para garantir que todo mundo acredita que a meta de inflação será cumprida, não porque há alguma pressão inflacionária concreta.

No mês de maio, economistas apontam para uma alta nos preços das passagens aéreas. Será possível ler também os primeiros impactos das enchentes no Rio Grande do Sul sobre o abastecimento do país e eventual choque de preços.

Continua após a publicidade

Acontece que o IPCA chega num momento bastante delicado para a Faria Lima. O Ibovespa caiu para a faixa de 120 mil pontos e o dólar sobe de forma consistente, alcançando o maior patamar desde janeiro de 2023. A manutenção do câmbio no novo patamar também pode significar inflação maior mais à frente. Nesta manhã, o EWZ opera perto da estabilidade, mas no positivo.

Para além dos fatores domésticos, que passam pela inflação, há o exterior. Amanhã o Fed anuncia sua decisão para a taxa de juros, e investidores estão certos de que nada de novo virá da decisão. O que importa mesmo são as projeções do BC americano para o futuro. E com a agenda completamente esvaziada lá fora, as bolsas começam a manhã em forte queda, após recordes batidos no fechamento de ontem em Nova York.

Os futuros americanos recuam, e nem a Apple consegue vir em socorro dos investidores nesta manhã. Ontem, a gigante americana anunciou uma parceria com a OpenIA para incorporar o ChatGPT no assistente pessoal da maçã, a Siri. É um esforço para fazer frente aos avanços dos principais concorrentes nessa seara. Focados no Fed, investidores não se convenceram do anúncio, e os papéis da companhia caem 0,43% no pré-mercado.

Continua após a publicidade

O sinal também é negativo na Europa, que amplia perdas após as incertezas trazidas pelo avanço da extrema direita no Parlamento Europeu. O petróleo cede, mas se sustenta acima dos US$ 80 por barril do tipo brent. Já o minério de ferro despencou na volta do feriado chinês, com tombo de 4% em Dalian.

Agenda do dia

9h: IBGE divulga IPCA, INPC e INCC-M/Sinapi de maio
9h: Lula se reúne com presidente da CNI
10h10: Roberto Campos Neto palestra em evento
14h: Haddad se reúne com os presidentes da CNI e da CNA
22h30: China anuncia CPI e PPI de maio

Continua após a publicidade

Esta é a versão online da newsletter de ‘VEJA Negócios – Abertura de mercado’ enviada hoje. Quer receber a newsletter completa, apenas para assinantes, amanhã? Cadastre-se aqui

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.