Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Investimento estrangeiro no país bate recorde em outubro

Por Da Redação - 23 nov 2010, 11h04

O ingresso de IED no mês passado foi mais de quatro vezes superior ao observado em igual mês de 2009

O Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil somou em outubro 6,771 bilhões de dólares, conforme dados divulgados pelo Banco Central nesta segunda-feira. É o maior valor para o mês em toda a série histórica. O valor foi superior ao previsto pelo BC e pelo mercado, de 5 bilhões de dólares.

De acordo com o relatório, o ingresso de IED no mês passado foi mais de quatro vezes superior ao observado em igual mês de 2009, quando a cifra apurada havia sido de 1,563 bilhão de dólares. No acumulado dos dez primeiros meses de 2010, o IED soma 29,404 bilhões de dólares, o correspondente a 1,80% do PIB. Nos 12 meses encerrados em outubro, a entrada de IED soma 36,117 bilhões de dólares ou 1,83% do PIB. Em igual período até outubro de 2009, o IED correspondia a 1,97% do PIB.

Ações – O investimento estrangeiro em ações somou 14,536 bilhões de dólares em outubro. No ano, estes papeis já atraíram 33,682 bilhões de dólares.

Publicidade

O investimento estrangeiro em títulos de renda fixa somou 2,238 bilhões de dólares em outubro. De janeiro a outubro, montante é de 26,314 bilhões de dólares.

Remessa de lucros – As remessas de lucros e dividendos em outubro foram de 2,173 bilhões de dólares. Já no período de janeiro a outubro de 2010, elas totalizaram 23,082 bilhões de dólares.

(com Agência Estado)

Publicidade