Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Infraero diz que cumprirá até 90% de investimento previsto

Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) têm projetos que somam 1,75 bilhão de reais somente para este ano

Por Da Redação 6 ago 2012, 13h22

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) deve realizar entre 85% e 90% dos investimentos programados para este ano. A afirmação foi feita nesta segunda-feira pelo diretor de Obras de Engenharia da Infraero, Jaime Henrique Parreira.

Em 2012, segundo ele, os investimentos devem somar 1,750 bilhão de reais. No próximo ano, esse volume deve crescer e ficar entre 2,5 bilhões de reais e 2,7 bilhões de reais. “Cerca de 70% a 75% desses recursos são do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento)”, disse durante evento do setor aeroportuário em São Paulo.

Leia também:

Dilma anunciará pacote de infraestrutura, confirma Coutinho

Miriam Belchior assume concessões de aeroportos

Governo prepara reforma geral do setor portuário brasileiro

De acordo com o diretor, a Infraero entregará até o fim de setembro à concessionária vencedora do leilão do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, as obras de terraplenagem para construção do terminal de passageiros 3. O consórcio vencedor é formado pela Invepar e a operadora aeroportuária ACSA, da África do Sul.

Continua após a publicidade

Galeão – Sobre o Galeão, no Rio de Janeiro, Parreira disse que será entregue em 15 de setembro a parte nova do terminal de passageiros 2, que agregará capacidade de 15,9 milhões de passageiros ao ano ao aeroporto.

Ele também afirmou que terá início neste mês, em 20 de agosto, uma “reforma bastante ampla” no Galeão, orçada em 254 milhões de reais. “Cerca de 70% dessa obra se refere aos sistemas hidráulicos e elétricos, como elevadores e escadas rolantes.” A previsão é que ela esteja concluída até dezembro de 2013.

Ainda no Galeão, obras para alargamento dos pátios e pistas, que devem ser finalizadas até outubro do próximo ano, adaptarão o aeroporto para o recebimento do A380, da Airbus – o maior avião comercial em operação atualmente no mundo (o aeroporto de Guarulhos também está passando por essas adaptações). O aeroporto deve entrar no próximo lote de privatizações do setor a ser anunciado pelo governo.

Confins – Com relação ao aeroporto de Confins, em Minas Gerais, também cotado para entrar no próximo lote de privatizações, o diretor da Infraero disse que deve ser aberta ainda neste mês licitação para obras nas pistas e pátios, orçadas em 170 milhões de reais, e outra para a construção de um terceiro terminal com capacidade de 5,8 milhões de passageiros ao ano, obra estimada em 100 milhões de reais.

Questionado se a realização desses investimentos não contradiz a intenção do governo de passar esses aeroportos à iniciativa privada, Pereira disse que “não há relação”. “O planejamento original da Infraero segue adiante”, afirmou.

O diretor da Infraero participou nesta segunda-feira do Aeoinvest 2012 – 3º Fórum Internacional de Investidores em Infraestrutura Aeroportuária, que está sendo realizado em São Paulo.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade