Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Inflação para classe média paulistana sobe em agosto

Por Da Redação - 6 out 2011, 12h38

Por AE

São Paulo – A inflação para a classe média paulistana foi de 0,37% em agosto, mostra pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) divulgada hoje. O encarecimento para as famílias que por mês ganham entre 5 e 15 salários mínimos paulistas (de R$ 3.000 a R$ 9.000) foi provocado principalmente pela alta de preços dos grupos Vestuário (1,09%) e Alimentação (0,98%). No ano, o Índice de Custo de Vida da Classe Média (ICVM) acumula elevação de 4,03%. Nos últimos 12 meses, ele fica em 6,47%.

O grupo Vestuário já acumula elevação no ano de 3,30%. Segundo a Fecomercio-SP, esta alta no setor foi pressionada pelo aumento de preços do algodão. Roupas femininas tiveram elevação de 1,22%; masculinas, de 0,70%; e infantis, de 0,30%. Já no grupo Alimentação as maiores altas foram verificadas nos preços de limão (50,71%), frango (5,50%), alcatra (3,66%) e arroz (3,38%). Os alimentos já acumulam inflação de 2,90% nos oito primeiros meses de 2011.

A pesquisa aponta ainda elevação de 0,77% nos gastos das famílias com saúde, com destaque para alta dos planos de saúde (1,41%) e de aparelhos corretivos (0,43%). O grupo acumula elevação de 5,68% de janeiro a agosto. Habitação variou positivamente em 0,33% em agosto (3,11% no acumulado do ano) e Transportes teve alta de 0,11% no mês (5,26% no ano). Educação permaneceu estável em agosto, enquanto o grupo Despesas Pessoais apresentou recuo de 0,38%, com destaque para redução nos preços de viagem de excursão (-3,13%) e passagens rodoviária e aérea (-1,77%).

Publicidade