Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Inflação futura na zona do euro atinge máxima de 28 meses

Bloco europeu já considera aumentar a taxa de juros, que está em 1% ao ano

A pressão inflacionária na zona do euro atingiu, em janeiro, o maior nível em 28 meses, segundo o indicador divulgado pelo Instituto de Pesquisa de Ciclos Econômicos, sediado em Nova York. O índice de inflação futura na região subiu para 102,1 em janeiro, ante 101,6 em dezembro. Foi puxado, sobretudo, pelo aumento de preços na Alemanha, França e Espanha.

A inflação oficial da zona do euro acelerou a 2,4% no mês passado, acima da meta do Banco Central Europeu (BCE), que pretende manter a taxa pouco abaixo de 2%. Na quinta-feira, o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, disse em entrevista coletiva que o juro pode subir em abril.

Em um grupo de 49 economistas ouvidos após a reunião de março do BCE, 39 disseram acreditar que o juro sairá da mínima recorde de 1% no mês que vem.

(Com agência Reuters)