Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Inflação do aluguel’ acumula alta de mais de 10% em doze meses

Segundo Fundação Getúlio Vargas, IGP-M registrou forte alta na passagem de setembro para outubro, indo de 0,95% para 1,89%

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) acelerou para 1,89% em outubro, praticamente o dobro da taxa registrada em setembro – 0,95%, informou nesta quinta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV). O indicador é chamado de inflação do aluguel por ser utilizado para reajustar boa parte dos contratos imobiliários. Com o resultado, o índice acumula alta de 8,35% no ano e de 10,09% nos últimos doze meses.

A principal pressão sobre o índice veio da alta dos preços no atacado. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação de valores da categoria e responde por 60% do IGP-M, teve alta de 2,63% em outubro ante 1,30% no mês anterior. Só os preços das matérias-primas brutas tiveram alta de 4,47% neste mês, contra 2,26% em setembro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que tem peso de 30% no índice geral, avançou 0,64% frente a 0,32% no mês anterior. Dentro desse indicador, o grupo Transportes foi o destaque, com alta de 1,43% sobre 0,20%, impactado pela tarifa de ônibus, que subiu 2,47%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,27% neste mês, contra elevação de 0,22% em setembro.

Leia também:

Inflação chega a 7,64% em 2015, o maior índice em 12 anos

Prévia da inflação tem a maior taxa para outubro em 13 anos

(Com agências)