Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Inflação do aluguel’ acumula alta de 11,49% em 12 meses

Em agosto, indicador subiu 0,15%, o que representou uma desaceleração em relação a julho, quando a alta foi de 0,18%, informou a FGV

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 0,15% em agosto, avanço um pouco menor que o 0,18% de julho, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgados nesta terça-feira. Com isso, o IGP-M acumulado em doze meses chega a 11,49%. O indicador é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

A manutenção da estabilidade nos preços no atacado permitiu uma alta menor em agosto que em julho, segundo a FGV. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, teve leve variação positiva, de 0,04% em agosto, após leve baixa em julho, de 0,01%.

Leia mais:
Mercado piora previsão de inflação para 2016 e 2017

Neste grupo, destacou a FGV, o índice relativo aos Bens Finais subiu 0,15% em agosto, após alta de 1,41% em julho. Contribuiu para a desaceleração o subgrupo alimentos processados, cujos preços subiram 0,27% neste mês – em julho, a alta foi de 3%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30% no IGP-M, avançou 0,40% no mês, após alta de 0,29% em julho. O destaque, segundo a FGV, foi a alta de 0,66% nos preços de alimentação, após avanço de 0,44% no mês anterior.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) subiu 0,26% em agosto. Isso representou uma desaceleração em relação a julho, quando subiu 1,09%.

(Com Reuters)