Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Inflação da Argentina atinge maior nível desde 1991

Aumento dos preços acelerou 2,48% em setembro e 30,5% no acumulado do ano. Cálculo foi realizado por deputados da oposição ao governo de Christina Kirchner

Por Da Redação 16 out 2014, 13h36

A inflação da Argentina subiu 2,48% em setembro, o maior nível desde dezembro de 1991, mostrou o Índice Congresso, elaborado por deputados da oposição com base na média das estimativas de consultorias econômicas. No acumulado do ano, os preços ao consumidor aumentaram 30,5% e, em 12 meses até setembro, avançaram 41,06% (também o patamar mais elevado em 23 anos).

O Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec), oficial do país, aponta que a inflação subiu 1,4% em setembro e 19,8% no acumulado do ano. Mas os dados oficiais não possuem credibilidade devido à forte suspeita de manipulação por parte do governo da presidente Christina Kirchner. O ministro da Economia da Argentina, Axel Kicillof, afirmou em setembro que a inflação será de 21,3% em 2014. Mas, economistas e sindicatos estimam que o aumento dos preços atingirá 40%.

Leia também:

Oposição diz que Cristina mergulhou em ‘fase delirante’

Argentina quer controlar viagens ao exterior para evitar saída de dólares

Empresas argentinas demitem funcionários em massa

O congresso argentino aprovou em setembro a reforma da Lei de Abastecimento, que permite a fixação de limites de preços e de lucro de empresas e o controle de cotas de produção. A presidente Christina Kirchner também havia tentado implementar, sem sucesso, entre 2013 e 2014 o congelamento de preços em supermercados e em lojas de eletrodomésticos. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)