Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Indústria perde 2,6% de sua força de trabalho em 2014

Em julho, queda no número de pessoas com trabalho no setor foi de 0,7% em relação a junho

Por Da Redação 10 set 2014, 09h30

O emprego na indústria caiu 0,7% em julho na comparação com junho, mostrou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira, já com ajustes sazonais. Com isso, nos sete primeiros meses do ano, a ocupação recuou 2,6% e, em 12 meses até julho, 2,2%. Em relação a julho de 2013, a queda do emprego foi ainda mais acentuada, de 3,6%, o 34º resultado negativo seguido nesse tipo de comparação e a perda mais intensa desde novembro de 2009, quando caiu 3,7%.

Há uma semana, o IBGE mostrou que a produção da indústria já acumula perdas de 2,8% entre janeiro e julho, apesar de ter avançado 0,7% no sétimo mês, depois de cinco resultados seguidos negativos.

Leia também:

Programa de governo de Marina pode ser ruim para a indústria, diz banco

Confiança da indústria cai para o menor nível em 5 anos

Ainda segundo o IBGE, o número de horas pagas também caiu em julho na relação com junho e o mesmo mês do ano passado – 0,3% e 4,2%, respectivamente. No acumulado do ano, o recuo foi de 3,1%, refletindo as suspensões temporárias de turnos em muitas fábricas, especialmente de automóveis.

Já a média salarial do trabalhador industrial (já descontando a inflação) retraiu 2,9% em relação a junho e 3,4% contra julho de 2013, mas ainda acumula taxas positivas de 0,6% no ano e de 0,1% em 12 meses.

Continua após a publicidade
Publicidade