Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Indicador mostra força do mercado de trabalho dos EUA

Pedidos de auxílio-desemprego caíram na semana passada para 312 mil, segundo Departamento do Trabalho americano

O número de norte-americanos que entraram com pedido de auxílio-desemprego caiu mais do que o esperado na semana passada, sinalizando fortalecimento das condições do mercado de trabalho do país. Na semana encerrada em 14 de junho, o número de solicitações somou 312 mil, 6 mil a menos do que nos sete dias anteriores. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira pelo Departamento do Trabalho dos EUA.

Economistas previam queda nos pedidos de auxílio-desemprego para 314 mil na semana passada. Os números da semana anterior foram revisados e mostraram 1 mil pedidos a mais do que o divulgado anteriormente. A média móvel de quatro semanas, considerada uma medida melhor das condições do mercado de trabalho caiu em 3.750, para 311.750.

Leia mais:

FMI reduz previsão de crescimento dos EUA

Déficit comercial dos EUA atinge maior nível em dois anos

Estímulos – Justamente por acreditar na recuperação consistente da economia, o banco central americano, Federal Reserve (Fed), retirou na quarta-feira parte dos estímulos. O programa de compra de títulos no mercado – um mecanismo para estimular o consumo – foi reduzido em 10 bilhões de dólares, para 35 bilhões de dólares ao mês.

(com agência Reuters)