Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Inadimplência em novembro cresce pelo 10o mês consecutivo-SPC

Por Da Redação 9 dez 2011, 13h53

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A inadimplência do consumidor brasileiro cresceu pelo décimo mês consecutivo, ao registrar alta de 9,46 por cento em novembro na comparação anual, informou o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), nesta sexta-feira.

Segundo a instituição, o período de instabilidade econômica devido à crise financeira internacional, a redução do nível de confiança de consumidores e empresários e o crédito mais caro contribuíram para o endividamento e a elevação do número de registros.

O SPC afirma que no acumulado deste ano a inadimplência cresceu 5,69 por cento e em comparação com outubro, o mês de novembro teve queda de 12,11 por cento no indicador. Além da incidência do 13o salário no passado, “a redução reflete maior preocupação dos consumidores de não se endividarem em função das comemorações de final de ano”.

Apesar disso, a instituição afirmou que a elevação ininterrupta da inadimplência na comparação anual consolida um quadro de endividamento maior em 2011. Em 2009 e 2010, o SPC Brasil verificou queda na inadimplência.

Em novembro, a instituição apurou também alta de 4,32 por cento no volume de consultas à instituição, ante o mesmo mês em 2010.

O presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas, Roque Pellizaro Junior, avalia que a alta na inadimplência em novembro, frente um ano antes, não deve interferir nas compras de Natal. “O volume de cancelamento de registros foi muito bom”, disse Pellizaro.

A instituição reviu projeção de crescimento de vendas para o Natal de 6,5 por cento para 8,5 por cento. O cancelamento de registros – que mede o nível de recuperação de crédito, teve elevação de 6,51 por cento em novembro, em relação ao mesmo período do ano passado.

(Por Fábio Couto)

Continua após a publicidade

Publicidade