Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Inadimplência de pessoa física tem menor nível desde 2001

A inadimplência total das operações de crédito fechou o ano em 4,6%

Por Da Redação 26 jan 2011, 11h22

A inadimplência das operações com pessoas físicas encerrou o ano passado em 5,7%. Trata-se do menor nível desde 2001, quando o indicador recuou para 5,5% no ano. Já a inadimplência das empresas ficou estável em dezembro ante novembro, em 3,6%. Em dezembro de 2009, o índice chegou a 3,8%. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira pelo Banco Central.

De acordo com o comunicado do BC, a inadimplência das operações de crédito com recursos livres encerrou 2010 em 4,6%. Em novembro, a taxa era de 4,7% e, em dezembro de 2009, de 5,5%. Apesar do recuo no ano, a taxa ainda está um pouco acima dos 4,4% verificados em dezembro de 2008.

A desaceleração da inadimplência ocorrida em dezembro é motivada pelo pagamento do décimo terceiro salário, muito utilizado pelas famílias para balancear o orçamento e pagar dívidas. Nas primeiras semanas do ano, a Serasa Experian divulgou seu levantamento sobre consumidores inadimplentes que apontava um índice de 6,3% em 2010.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês