Clique e assine a partir de 9,90/mês

Impostômetro atinge a marca de R$ 500 bi nove dias mais cedo

Painel eletrônico acompanha arrecadação de impostos pagos pelos consumidores

Por Thaís Augusto - 20 mar 2017, 13h45

Os brasileiros estão pagando mais impostos neste ano, segundo dados do Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) desta segunda-feira (20).

Desde às 7h, o sistema aponta que já foram pagos 500 bilhões de reais em tributos aos governos federais, estaduais e municipais. No ano passado, o painel eletrônico alcançou a marca apenas em 29 de março – uma antecipação de nove dias em relação à 2017.

Na quarta-feira (22), o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deve anunciar se há necessidade de aumento dos impostos.

Para o diretor do Instituto de Economia da ACSP, Marcel Solimeo, qualquer acréscimo de custo para os consumidores não é aconselhável. “O aumento terá um efeito perverso na economia, as pessoas já estão com dificuldade, uma mudança nos tributos pode piorar a situação. O governo já apelou demais para a receita, o caminho é pela despesa”.

Continua após a publicidade

Simulações feitas pela própria associação comercial mostram quanto é arrecadado de impostos em itens de consumo – em um celular de cerca de 1.500 reais, por exemplo, 42% do valor pago correspondem a tributos.

O painel da ACSP acompanha em tempo real a arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições dos consumidores desde o primeiro dia do ano. O sistema fica instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, região central da capital paulista.

Os consumidores também podem verificar o montante pelo site do Impostômetro, que além do painel, também disponibiliza curiosidades e valores arrecadados por período, estado e município.

Publicidade