Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Importação de químicos soma US$ 3,7 bi em julho

Por André Magnabosco

São Paulo – As importações brasileiras de produtos químicos totalizaram US$ 3,7 bilhões em julho, o maior volume de negócios em 2011, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim). O volume foi 22,8% superior ao total importado em julho do ano passado e 1,2% maior do que em junho deste ano.

As exportações, por sua vez, alcançaram US$ 1,6 bilhão no mês. “É a primeira vez que esse valor é atingido em um único mês”, destacou a entidade. O resultado representa uma expansão de 45,8% em relação ao mesmo período de 2010 e 23,8% maior do que em junho deste ano.

A despeito da recuperação das vendas externas da indústria brasileira no mês passado, o déficit comercial do setor químico voltou a crescer e já alcança US$ 13,8 bilhões no acumulado dos sete primeiros meses de 2011. O resultado é 29% superior ao reportado no mesmo período de 2010.

As exportações entre janeiro e julho cresceram 23,2%, para US$ 9 bilhões, ante uma expansão de 26,7% nas importações, com um total de US$ 22,8 bilhões. Em volume, as importações cresceram 30,5% para 19,3 milhões de toneladas e as exportações tiveram alta de 7,9% para 7,8 milhões de toneladas.

Os produtos químicos mais importados pelo Brasil foram os intermediários para fertilizantes, que responderam por 19% do total das compras realizadas até julho ou US$ 4,3 bilhões. As resinas termoplásticas, com vendas de US$ 1,4 bilhão, permaneceram como o principal item da pauta de exportação de produtos químicos do País, respondendo por 15,6% do total das vendas externas.