Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ilan Goldfajn assumirá presidência do conselho do Credit Suisse no Brasil

Ex-presidente do Banco Central e ex-economista do FMI tomará posse no novo posto no dia 16 deste mês

Por da Redação 5 set 2019, 17h51

O ex-presidente do Banco Central Ilan Goldfajn foi nomeado presidente do conselho do Credit Suisse no Brasil, conforme a instituição financeira busca se fortalecer nas economias atrativas do G20. De acordo com comunicado do banco, o economista ajudará no desenvolvimento das áreas de wealth management (gestão de patrimônio) e investment banking (grandes operações financeiras, incluindo fusões e aquisições e lançamentos de ações) na região. Ele ingressará no banco no dia 16 de setembro.

“Na posição de presidente do conselho, não estatutário, Ilan desempenhará o papel estratégico de promover uma colaboração cada vez mais forte entre todas as divisões do Credit Suisse no Brasil”, segundo o comunicado. “Além disso, participará ativamente de discussões sobre cenários de médio e longo prazos, analisará oportunidades de investimento, buscará e desenvolverá produtos e serviços e ajudará a definir estratégias de investimento”, de acordo com o banco.

Fazem parte do conselho José Olympio Pereira (CEO do Credit Suisse Brasil), Marco Abrahão (CEO da divisão de International Wealth Management no Brasil) e Sávio Barros (vice-chairman da divisão de International Wealth Management no Brasil).

Ilan foi presidente do Banco Central de junho de 2016 até fevereiro deste ano. Em 2018, foi eleito o presidente de banco central do ano pela revista The Banker, publicação do jornal britânico Financial Times. Antes de assumir o BC, foi economista-chefe do Itaú Unibanco, de 2009 a 2016, sócio da Gávea Investimentos, de 2003 a 2006, e economista do Fundo Monetário Internacional, de 1996 a 1999. O economista também atuou como professor da PUC (Pontifícia Universidade Católica) do Rio e da Brandeis University (EUA).

(Com Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade