Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ícone do luxo, Hotel Ritz reabre em Paris; veja fotos

Após quatro anos de reformas, estabelecimento voltou a funcionar nesta segunda-feira, em um momento complicado para o setor hoteleiro na França

Após quatro anos de reformas, o Ritz, um dos mais famosos hotéis do mundo, reabriu as portas nesta segunda-feira. Durante a reinauguração, dezenas de funcionários e mensageiros entravam e saíam do estabelecimento, situado na luxuosa praça Vendôme, carregando vasos, arranjos de flores e outros itens de decoração.

A partir de agora, o hotel, inaugurado em 1898, contará com 142 quartos e suítes contra os 159 anteriores. Ele só abrirá parcialmente, com 86 quartos e suítes, devido a atrasos nas obras de restauração e a um incêndio ocorrido em janeiro.

No momento, somente os clientes do hotel poderão entrar no estabelecimento. Os três bares e os três restaurantes abrirão ao público a partir do próximo fim de semana, segundo uma fonte do setor.

Propriedade do multimilionário egípcio Mohamed Al Fayed desde 1979, o hotel fechou em 1º de agosto de 2012 para o início de trabalhos de restauração. Sua reabertura ocorre em um momento complicado para o setor hoteleiro em Paris, abalado pelos atentados terroristas de novembro de 2015.

“Esta verdadeira instituição reabre em um clima pouco propício: os atentados afetaram os clientes de luxo e internacionais, que são os do Ritz. Será necessário algum tempo para retornar aos níveis de ocupação que alcançou há alguns anos”, resumiu Vanguelis Panayotis, diretor de desenvolvimento da consultoria MKG.

Na noite do dia 13 de novembro do ano passado, dois suicidas detonaram explosivos nos arredores do Stade de France e homens armados atiraram por mais de dez minutos contra o público da casa de espetáculos Bataclan. Os ataques deixaram 153 mortos.

Leia mais:

Poupança tem fuga de R$ 6,59 bilhões, recorde para maio

McDonald’s agora tem sua ‘fantástica fábrica de McNuggets’ de ouro no Japão

Apesar do cenário desforável, a agenda de reservas no site do hotel está lotada até o dia 19 de junho. No Ritz, a reforma permitiu construir um restaurante de verão, ampliar o salão de festas, restaurar a piscina e integrar a tecnologia de ponta nos quartos.

O Ritz é o primeiro de uma série de hotéis de luxo que reabrirão suas portas após anos de obras. É o caso do Crillon, que voltará a abrir em 2017, e do Lutetia, que tem sua reinauguração marcada para o segundo semestre de 2017.

(Com Agência France-Presse)