Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ibovespa avança 1,14% com impulso de ações de bancos

Volume financeiro somou apenas R$ 8,184 bilhões, abaixo da média diária do ano, de R$ 11,9 bilhões

O Ibovespa fechou em alta nesta terça-feira (3), em pregão com giro financeiro menor em razão da sessão mais curta em Nova York (EUA), com o avanço das ações dos bancos Bradesco e Itaú Unibanco e do grupo de ensino Kroton, entre as maiores contribuições positivas.

O índice de referência do mercado acionário brasileiro subiu 1,14%, a 73.667 pontos. O volume financeiro somou apenas R$ 8,184 bilhões, abaixo da média diária do ano, de R$ 11,9 bilhões. Na máxima do dia, o Ibovespa subiu 2,3%, superando os 74 mil pontos.

A piora em Wall St, contudo, enfraqueceu o ímpeto local. As bolsas norte-americanas fecharam mais cedo em razão do feriado do Dia da Independência, na quarta-feira (4). O S&P 500 cedeu 0,49%, pressionado pelo setor de tecnologia.

“Com o pré-feriado nos EUA e sem fluxo de venda de estrangeiros, houve espaço para alguma recuperação de preços”, destacou o gestor Marco Tulli Siqueira, da mesa de Bovespa da corretora Coinvalores, enxergando um mercado mais calmo.

Em relatórios com as recomendações do mês, estrategistas de ações não descartaram algum repique do Ibovespa em julho, após forte correção recente, citando melhora na relação risco versus retorno.

Para o gestor-chefe da Garín Investimentos, Ivan Kraiser, comentários recentes com tom favorável a reformas de candidatos à Presidência e colaboradores também ajudaram na alta, embora siga indefinido o cenário sobre a disputa presidencial.