Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

IBGE reduz previsão de safra para 2013

Se confirmada, a safra será 15,7% superior à de 2012, quando ficou em 161,9 milhões de toneladas, mas 0,3% menor ao levantamento feito em julho deste ano

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de agosto projeta uma safra de grãos de 187,3 milhões de toneladas em 2013, com queda de 0,3% em relação ao levantamento de julho, quando a previsão foi de 187,9 milhões de toneladas. Trata-se da primeira redução de previsão do ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que realiza a pesquisa. Se confirmada, a safra deste ano será 15,7% superior à de 2012, quando ficou em 161,9 milhões de toneladas.

A área a ser colhida apresenta acréscimo de 8% em relação à de 2012, totalizando 48,8 milhões de hectares, número que representa queda de 71.574 hectares em relação à previsão do mês anterior.

Leia também:

Agroindústria cresce 0,4% no 1º semestre

FAO anuncia produção de grãos recorde em 2013

Soja e milho, principais culturas do país, representaram crescimento em relação a 2012 na área a ser colhida de, respectivamente, 11,2% e 7,7%. Já o arroz, terceira principal cultura, teve decréscimo de 0,5% na área colhida.

Por regiões, o Centro-Oeste deve ter uma produção de 78,4 milhões de toneladas, o Sul, 72,4 milhões de toneladas e o Sudeste, 19,7 milhões de toneladas. O Nordeste responderá por 12,2 milhões de toneladas e o Norte, com 4,6 milhões de toneladas.

Conab – Também nesta terça-feira, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou os dados do décimo-primeiro levantamento da safra de grãos 2011/12, que apontam para a colheita de 187,09 milhões de toneladas, volume 12,6% superior ao colhido na safra anterior, quando atingiu 166,20 milhões de toneladas.

Segundo a gerência de avaliação de safras da Conab, o aumento previsto de 20,90 milhões de toneladas na produção de grãos se deve principalmente às culturas de soja, com crescimento de 22,7% (15,05 milhões de toneladas) e de milho segunda safra, com aumento de 18,1% (7,07 milhões de toneladas).

(Com Estadão Conteúdo)