Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

HRT anuncia descoberta de hidrocarbonetos no Solimões

Por AE

São Paulo – A HRT Participações em Petróleo informa que sua subsidiária HRT O&G Exploração e Produção de Petróleo Ltda. encaminhou, hoje, à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), notificação de descoberta de indícios de hidrocarbonetos gasosos e líquidos no poço 1-HRT-3-AM, situado no Bloco SOL-T-168, na Bacia Sedimentar do Solimões. Conforme o fato relevante divulgado há pouco, o poço posiciona-se a 7,5 quilômetros a Noroeste do Município de Carauarí, no Estado do Amazonas, e foi perfurado pela sonda QG IX (Queiroz Galvão).

Ainda segundo o comunicado, a perfuração alcançou a profundidade final de 2.680 metros, atingindo o embasamento cristalino. No momento o poço está em fase de avaliação, tendo sido finalizados os perfis elétricos e iniciados os testes de pressão, ressonância magnética e amostragem lateral de rochas e fluidos. Com base nos resultados dessa avaliação, o poço será revestido para a realização de testes de formação, visando caracterizar os tipos de fluido e o potencial de produção dos reservatórios.

“É importante salientar que, embora não se tenha verificado, durante a perfuração do poço, a presença de óleo nas amostras de calha, a aplicação da técnica de GC-MS para análise do gás indicou a presença de hidrocarbonetos líquidos tanto na Formação Juruá (idade Carbonífera) quanto na Formação Uerê (idade Devoniana)”, diz a HRT, no fato relevante. “Este resultado, aliado à presença de anomalias de gases úmidos, confirma o modelo geológico para acumulações de hidrocarbonetos idealizado pela HRT O&G, o qual preconiza a existência de óleo e gases úmidos na porção oeste das áreas sob concessão na Bacia Sedimentar do Solimões”, acrescenta.

A empresa ressalta que esta foi a terceira perfuração anunciada pela HRT, iniciada no dia 29 de junho de 2011. A HRT O&G possui 55% de participação em 21 blocos exploratórios na Bacia Sedimentar do Solimões, ocupando uma área de aproximadamente 48,5 mil quilômetros quadrados, onde foram mapeados e certificados 52 prospectos e 11 descobertas foram classificadas como recursos contingentes.