Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Grupo Effa, do Uruguai, produzirá carros no Brasil

Empresa pretende fabricar diversos modelos em sua unidade de Manaus já no próximo ano; objetivo é atingir conteúdo de 65% de peças nacionais

Por Da Redação - 25 out 2011, 15h04

O Grupo Effa, fabricante de automóveis do Uruguai e importador de carros chineses para o Brasil, anunciou nesta terça-feira que espera começar a produzir veículos em sua fábrica na Zona Franca de Manaus já no ano que vem com peças nacionais em quantidade suficiente para evitar impostos mais elevados.

A empresa – que vende no Brasil modelos de veículos utilitários leves de várias montadoras chinesas – já havia montado localmente carros com todas as peças importadas.

O diretor de marketing do Effa, Clovis Rodrigues, disse em São Paulo que o grupo está procurando fornecedores brasileiros de autopeças para que os carros possam ser montados também com pelo menos 65% de peças nacionais, evitando assim a incidência de IPI mais alto.

“O investimento planejado inicialmente era de 50 milhões de dólares, mas o valor pode mudar”, disse Rodrigues. “O mercado brasileiro é repleto de surpresas, tanto do governo quanto da capacidade do consumidor”, salientou.

Publicidade

A empresa já possui uma linha de montagem na Zona Franca de Manaus. A produção própria, que deve começar na primeira metade de 2012, incluirá seus modelos de picapes, disse Rodrigues. Além das picapes, o Grupo Effa já vende furgões e caminhonetes no Brasil e é possível que esses modelos possam vir a ser fabricados no país no futuro, acrescentou.

(com Agência Estado)

Publicidade