Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grupo da família Bin Laden pode voltar às licitações na Arábia Saudita

Rei Salman havia proibido a empresa de entrar em concorrências públicas depois de acidente com uma grua que matou 109 pessoas em Meca em 2015

Autoridades sauditas autorizaram a construtora Binladin Group, que pertence à família Bin Laden, a voltar a participar de licitações públicas, informou a imprensa local nesta quinta-feira. O rei Salman havia proibido a empresa das licitações depois que 109 pessoas morreram pela queda de uma grua nas obras de ampliação da Grande Mesquita, na cidade sagrada de Meca. O aciedente ocorreu em setembro do ano passado.

Segundo o jornal Al Watan, o decreto real que autoriza o retorno do grupo às licitações foi assinado na terça-feira e poderá ser um alívio às graves dificuldades financeiras da construtora. Também foi suspensa a proibição de saída do país imposta aos diretores da empresa desde setembro do ano passado.

Nesta semana, a imprensa saudita informou que o grupo vai demitir 77.000 trabalhadores estrangeiros por causa das dificuldades financeiras decorrentes do acidente em Meca. Segundo as investigações, a principal causa da queda do guindaste foi a forte ventania, mas o comitê investigador responsabilizou parcialmente a Binladin, prestadora de serviços na obra.

(Com AFP)