Clique e assine a partir de 9,90/mês

Greve na Noruega pode levar petróleo a novo patamar

Por Da Redação - 9 jul 2012, 15h42

Por Sergio Caldas

São Paulo – Os preços do petróleo poderão disparar com a possível ampliação da greve dos petroleiros na Noruega, o maior produtor da commodity na Europa, afirmou nesta segunda o corretor Tony Rosado, da GA Global Markets. “No momento, os mercados estão subindo e eu prevejo que continuarão a subir”, disse.

O governo norueguês pode intervir para interromper o protesto, iniciado no fim do mês passado, mas não fez nada até agora, ressaltou Rosado.

Os trabalhadores do setor de petróleo e gás natural da Noruega ameaçam iniciar um locaute à meia-noite (horário local). “Todo o mercado vai mudar para outro patamar” se houver uma interrupção completa da produção norueguesa, disse o corretor.

Continua após a publicidade

Às 15h00 (horário de Brasília), o contrato do petróleo Brent avançava 2,25%, para US$ 100,40 por barril. Na New York Mercantile Exchange (Nymex), a meia hora do fechamento, o contrato do petróleo WTI subia 1,87%, para US$ 86,03 por barril. Com informações da Dow Jones.

Publicidade