Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Greve de bancários fecha agências nesta segunda; veja o que fazer

Protesto contra a reforma da Previdência tem participação de sindicato que representa trabalhadores da capital e da Grande São Paulo

Bancários da Grande São Paulo e da capital paulista estão em greve nesta segunda-feira, e há fechamento de agências. A paralisação é parte das manifestações contra a reforma da Previdência convocada por centrais sindicais para o dia de hoje. Outras categorias profissionais – como metalúrgicos, motoristas e petroleiros – também fazem paralisações pelo país.

No caso dos bancários paulistas, a greve é organizada pelo Sindicado dos Bancários e Financiários de São Paulo, Osasco e Região. A entidade representa cerca de 465.000 trabalhadores, nas cidades de São Paulo, Osasco, Carapicuíba, Barueri, Caucaia do Alto, Cotia, Embu das Artes, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Itapevi, Jandira, Juquitiba, Pirapora do Bom Jesus, Santana do Parnaíba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista.

Há registro de agências que não abriram na região central da cidade de São Paulo. Além do fechamento dos pontos de atendimento, os sindicalistas planejam fazer uma concentração na Avenida Paulista, às 16h, para protestar contra a proposta de mudança nas aposentadorias e pensões.

A data de protestos foi definida pelas centrais sindicais porque o governo estimava colocar a reforma da Previdência em discussão no plenário da Câmara dos Deputados a partir de terça-feira, para aprovar a medida até o fim deste mês. Mas a intervenção federal no Rio de Janeiro deve postergar esse plano, pois a medida impede mudanças na Constituição, como a PEC da Previdência.

O que fazer

A orientação para quem tiver contas a pagar ou outras obrigações para resolver nas agências é de usar outros canais de atendimento disponíveis, segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). “Os bancos oferecem aos clientes opções como os caixas eletrônicos, internet banking, o aplicativo do banco no celular (mobile banking), operações bancárias por telefone e também pelos correspondentes, que são as casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros”, diz a instituição.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A cada dia encolhem as agencias bancarias e privadas, com tudo sendo posto para a Internet e correspondentes bancarios. Num dia desses fui pagar um boleto da propria Caixa, de cartão da Caixa, numa agencia e o funcionario disse que com aquele valor baixo só em Loterias ou correspondentes ; ou ainda nos terminais eletronicos e Internet. Em 2017 os bancarios nem fizeram greve e aceitaram 2,65% de reajuste.

    Curtir

  2. Alberto de Araujo

    Será mais um tiro o pé da categoria. Não há lugar para greves patrocinadas por sindicatos com tarja vermelha.Esta prática é um alimento para cada vez mais, automatizar o atendimento. Os bancos são um dos que mais investem na aquisição de equipamentos da espécie.

    Curtir