Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grandes e pequenos fabricantes mostram novidades em feira tecnológica nos EUA

Las Vegas (EUA.), 10 jan (EFE).- A feira de tecnologia Consumer Electronics Show (CES) começou nesta terça-feira demonstrando que a última tecnologia não chega aos consumidores apenas pelas mãos dos grandes fabricantes, mas também por meio das pequenas empresas, as chamadas start-ups, que têm muito a dizer sobre as novidades no setor.

Até sexta-feira, mais de 140 mil jornalistas e profissionais do setor participarão do evento, que acontece no Centro de Convenções de Las Vegas.

As marcas não poupam espaço e muitas optam por mídias alternativas para chamar a atenção dos presentes, como oferecer pequenos brindes ou informar suas novidades com um vendedor atuando em cima de um palco.

No Centro de Convenções, encontram-se produtos como os carros conectados da Ford (companhia que lidera esse segmento) e painéis solares, nos quais é possível até recarregar a bateria de um telefone celular.

A Samsung, com televisores colocados em forma de cubo, instalou um enorme painel 3D, e a Sony, que ocupa um dos espaços mais amplos do pavilhão, são algumas das companhias mais chamativas.

No entanto, não é difícil encontrar pequenas empresas, com estandes modestos, que estão mudando o futuro da indústria tecnológica.

Os responsáveis pela feira, a Consumer Electronics Association americana, ressaltam a importância dessas companhias, e por isso criaram nesse ano o espaço Eureka Park, que reúne algumas das propostas mais originais do evento.

Uma delas é a de Marni Peters, quem criou um anel funcional que pode ser usado em todo tipo de telas do tipo touchscreen, para enviar, por exemplo, mensagens de texto.

Peters e sua empresa txtRng trabalham com a produção objetos eletrônicos desde finais dos anos 90. Como outros empreendedores, Marni encontrou em sua família apoio e financiamento para seu projeto. Na CES, ela espera entrar em contato com grandes distribuidores.

‘Não tenho certeza se vou fechar um acordo nos próximos quatro dias, mas estou aberta a todo tipo de possibilidades e garanto que farei bons contatos’, afirmou.

O Eureka Park permite que as novas empresas mostrem seus produtos sem ter que pagar altos preços para montar seus estandes. Por isso o local é explorado por uma centena de start-ups, que têm diferentes propostas.

No total, mais de 3.100 companhias apresentam em torno de 20 mil novos produtos na feira, como novos modelos de televisão que revolucionarão o entretenimento familiar, a próxima geração de celulares, ultrabooks, tablets e smartphones. O espaço ocupado pelos estandes equivale a 37 campos de futebol.

Quem também chama a atenção são as câmeras fotográficas, por motivos como o 70º aniversário do Polaroid ou a possibilidade de retratar a exposição com os últimos modelos de teleobjetivas da Canon.

Embora custe encontrar uma conexão wi-fi na feira, a internet está muito presente no evento, e muitas empresas encorajam os visitantes a registrarem seus passos pelos estandes no localizador foursquare. EFE