Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Grã-Bretanha cumprirá planos de redução de dívida, diz ministro

Por Da Redação 14 fev 2012, 09h09

LONDRES, 14 Fev (Reuters) – A Grã-Bretanha não deixará de implementar suas medidas de redução de dívida, disse o ministro das Finanças George Osborne nesta terça-feira, após o alerta da Moody’s sobre um possível rebaixamento da nota “AAA” da nação.

A Moody’s citou o cenário “consideravelmente mais fraco” de crescimento para os próximos anos e o risco de um choque da zona do euro como motivos para sua decisão de dar perspectiva negativa para o rating britânico, o que significa uma chance em três de rebaixamento.

Falando em entrevista a uma rádio, Osborne disse que reduzir o endividamento ajudará a garantir a confiança do investidor e, em troca, estimular o crescimento.

“Para mim, foi um choque de realidade para todo o sistema político de que a Grã-Bretanha precisa lidar com suas dívidas”, disse Osborne à BBC Radio 4.

“Outra organização, neste caso uma agência de classificação de risco, está alertando a Grã-Bretanha que se nós gastarmos ou tomarmos muito emprestado, vamos perder nossa nota de crédito… o que leva a uma potencial perda da confiança do investidor na nossa economia e, então, as pessoas não investem na nossa economia se você não tiver crescimento e emprego.”

“Se você não lidar com suas dívidas, você não terá crescimento”, acrescentou.

(Por Fiona Shaikh; reportagem adicional de Kate Holton e Sarah Marsh)

Continua após a publicidade

Publicidade