Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo vende dólar para segurar inflação

Mercado aposta no controle da desvalorização do real no primeiro trimestre; moeda americana tem queda de 1,51% e fecha a R$ 2, menor patamar em mais de seis meses

O Banco Central voltou a atuar pesado no mercado de câmbio. Nesta segunda-feira, o BC vendeu 37 mil contratos de swap cambial tradicional, em um total de 1,847 bilhão de dólares. A operação equivale à venda da moeda americana no mercado futuro. Com isso, a dívida do governo que venceria em 1º de fevereiro foi postergada e evitou que uma enxurrada de dólares desvalorizasse o real, o que pressionaria a inflação.

A operação da autoridade monetária provocou a queda de 1,51% na cotação do dólar, que fechou o dia a 2,001 reais. É a menor cotação desde 2 de julho, quando a moeda havia fechado a 1,987 real. No ano, o dólar acumula desvalorização de 2,1%.

Os profissionais de mercado – alguns surpreendidos pela ação do BC, que não realizava um leilão desde 26 de dezembro do ano passado – acreditam que a pressão sobre a inflação vai fazer o dólar ficar sob controle, principalmente neste primeiro trimestre. A projeção, agora, é que o teto de negociação seja 2,05 reais. No segundo semestre de 2012, o mercado trabalhava com uma negociação máxima de 2,10 reais.

No relatório da reunião do Copom, as preocupações com o descontrole da inflação chamaram atenção dos técnicos. Muitos índices estão acima das projeções para este início de ano, o que faz o governo desejar o mínimo de pressão cambial sobre a inflação.

Hoje, a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) anunciou a aceleração do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) para 1,04% na terceira quadrissemana de janeiro, ante taxa de 0,96% na segunda leitura do mês. Além disso, a Fipe elevou a previsão para o IPC no encerramento de janeiro, de 0,98% para 1,06%. No relatório Focus do Banco Central, as estimativas para o IPCA em janeiro subiu de 0,81% para 0,85%, enquanto a inflação prevista para 2013 avançou de 5,65% para 5,67%.

Leia mais:

Dólar atinge menor cotação em mais de dois meses

Após medidas do governo, dólar fica abaixo de R$ 2,10

(Com Estadão Conteúdo)