Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Governo reduz para 1% previsão de crescimento do PIB em 2016

Estimativa anterior era de 1,3%; valor do mínimo tem elevação de 1 real, segundo o Ministério do Planejamento

Por Da Redação 27 Maio 2015, 15h44

O governo espera um cenário pior de crescimento para 2016, ao reduzir de 1,3% para 1% a previsão de expansão do Produto Interno Bruto (PIB). A informação consta em apresentação do ministro Nelson Barbosa sobre a Programação Orçamentária, divulgada nesta quarta-feira. Para este ano, a estimativa é de contração de 1,2%, número anunciado pelo Ministério do Planejamento na última sexta-feira. Antes disso, esperava-se uma retração econômica de 0,9% para este ano.

Na área fiscal, a meta nominal de 126,73 bilhões de reais de superávit primário para 2016 foi ajustada em proporção ao PIB a 2,02%, ante a previsão anterior de 2% do PIB.

Para 2015, a estimativa para a economia feita para o pagamento de juros da dívida pública passou para 1,1% do PIB, ante projeção de 1,2% do PIB, o que já havia sido adiantado pelo Ministério do Planejamento. A nova expectativa equivale a um superávit de 66,3 bilhões de reais e um PIB de 5,83 trilhões, números que constam na reprogramação orçamentária.

Durante apresentação na Comissão Mista de Orçamento, nesta quarta, Barbosa informou que o governo também elevou para 855 reais o valor do salário mínimo a vigorar no próximo ano, ante o valor anterior de 854 reais.

Leia mais:

Medidas aprovadas pelo Congresso farão o governo gastar mais

Governo anuncia contingenciamento – mas segue gastando

Governo decide elevar tributo pago por bancos de 15% para 20%

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade