Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo pode reduzir a conta de luz em 10%

Palácio do Planalto elabora plano de redução dos custos da energia elétrica. Redução da tarifa para a indústria pode ser, em média, de 20%, diz jornal

Por Da Redação 29 ago 2012, 07h50

O plano de redução dos custos de energia elétrica, que pode ser anunciado no mês de setembro, prevê um corte médio de 10% nas contas dos consumidores domésticos e de 20% nas dos industriais, informa o jornal Folha de S. Paulo.

Para bater o martelo sobre o tamanho da redução, o governo estuda ainda o quanto irá deixar de ganhar com a receita de tributos que seriam cortados para reduzir o custo da energia elétrica.

Leia mais:

Indefinição sobre desoneração emperra pacote do setor elétrico

Dilma decide renovar concessões do setor elétrico

Governo quer mais conteúdo local para equipamentos e serviços voltados à energia

Ainda segundo o jornal, a avaliação final deve acontecer após o fechamento do projeto do Orçamento da União, que será enviado ao Congresso no final deste mês.

O Planalto prevê que o estímulo possa dar ânimo à produção industrial e à economia, para que o país possa ter, no ano que vem, crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de ao menos 4%.

Redução – A nova conta de luz, já com a redução, passaria a vigorar em 2013 e iria ao encontro de uma das principais reclamações dos empresários, que reclamam – não sem razão – do preço da eletricidade brasileira em comparação ao dos outros países.

Continua após a publicidade
Publicidade