Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo não interferiu em negócio da Delta, diz J&F

Holding rebate especulações e afirma que negociações são privadas e somente de caráter empresarial

A J&F – holding que controla a empresa de carnes JBS, a de higiene e limpeza Flora, a de papel e celulose Eldorado Brasil e o banco Original – reiterou nesta sexta-feira que as negociações para a aquisição da Delta Construções são “privadas e de caráter empresarial”. Por meio de comunicado, a companhia disse julgar “descabida qualquer insinuação de interferência do governo federal”.

A empresa de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDESPar) possui uma fatia acionária de 31,41% da JBS e concedeu financiamentos para a expansão de outros negócios da holding da família Batista.

Segundo a nota da J&F, essa participação da BNDESPar no capital do JBS não a “torna acionista direta ou indiretamente de nenhuma empresa da holding, nem dá o direito de qualquer interferência política na J&F”.

A holding declarou ainda que toda a negociação “foi e está sendo conduzida diretamente entre Joesley Batista, presidente da holding J&F, e os acionistas da Delta”, negando as informações de que seu irmão, José Batista Junior, um dos acionistas da holding, que não ocupa cargo executivo no grupo há sete anos, tenha participado das decisões estratégicas.

“Suas declarações refletem única e exclusivamente uma opinião pessoal, que está em completo desacordo com os fatos”, relatou o documento da holding. Junior, que foi presidente da empresa de processamento animal antes da abertura de capital em 2007 e deu início à internacionalização da companhia, pretende ser nomeado candidato ao governo de Goiás pelo PSB em 2014. Hoje ele é vice-presidente do partido no estado.

“A J&F vê com naturalidade os questionamentos relacionados à venda da Delta, e se coloca à disposição dos órgãos competentes para quaisquer esclarecimentos”, finalizou a holding na nota. Na quarta-feira, ela anunciou que assumiria a gestão da Delta a partir da próxima segunda-feira. A construtora, do empresário Fernando Cavendish, está no centro do escândalo envolvendo o contraventor Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. Nesta sexta foi anunciado o nome do novo presidente da Delta, o administrador e engenheiro Humberto Junqueira de Farias.

(Com Agência Estado)