Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Governo espanhol diz que ajuda aos bancos reforça solvência do país

Por Da Redação 11 jun 2012, 05h21

Madri, 11 jun (EFE).- A ajuda aprovada no sábado pela União Europeia (UE) para recapitalizar os bancos espanhóis não só ‘não cobre as condições atuais da dívida pública, mas reforça sua solvência’, assinalou nesta segunda-feira o Ministério de Economia espanhol em comunicado .

No comunicado, o Ministério lembra que um sistema bancário sólido e devidamente capitalizado reduz os passivos contingentes do Estado e contribui para reforçar a sustentabilidade da dívida espanhola.

Nesse sentido, o Tesouro Público espanhol manterá o calendário previsto de emissões de dívida e reitera seu compromisso com os mercados de capitais.

Do mesmo maneira, o Governo da Espanha vai seguir em frente com o programa de consolidação fiscal e as reformas estruturais da economia com as quais ganhou a confiança de seus parceiros europeus.

No comunicado, o Ministério espanhol de Economia lembra que o Reino da Espanha ‘conservará a plena responsabilidade’ desta assistência financeira, da qual será avalista.

Assinala, além disso, que a quantidade máxima fixada garante uma margem suficiente para cobrir as necessidades de capital das entidades financeiras no pior dos contextos possíveis.

Além disso, esclarece que as condições do pacote de ajuda afetam unicamente os bancos, e não implicam medidas adicionais de política fiscal ou econômica além das que o Governo espanhol já adotou. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade