Clique e assine com até 92% de desconto

Governo espanhol admite contração em 2012

Por Vincenzo Pinto 5 fev 2012, 10h04

A economia espanhola registrará contração ao redor de 1,5% em 2012, como consequência da recessão iniciada no quarto trimestre do ano anterior, admitiu o ministro da Economia, Luis de Guindos, em uma entrevista ao jornal El País.

“O primeiro trimestre do ano será duro, mais duro ainda que o último de 2011, com uma queda do PIB de mais de três décimos. Acredito que o segundo também vai ser negativo”, afirmou o ministro.

“O governo considera que a queda ficará por volta de 1,5%, como afirmou o Banco da Espanha”, completou De Guindos.

O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 0,3% no último trimestre de 2011, na comparação com os três meses anteriores, segundo os dados oficiais publicados na semana passada. Uma queda assim não acontecia desde 2009 e levou a economia espanhola sua segunda recessão em dois anos.

Continua após a publicidade
Publicidade