Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo encaminha ao Congresso nova meta fiscal de 2017

Proposta que contém o déficit do governo central de R$ 139 bilhões no próximo ano deve ser analisada pela Comissão Mista de Orçamento na próxima quarta-feira

Um dia após anunciar a revisão da meta fiscal de 2017, o governo do presidente em exercício, Michel Temer, encaminhou ao Congresso a proposta que contém o déficit do governo central de 139 bilhões de reais do próximo ano. A alteração foi repassada pelo ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, para o relator do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2017, senador Wellington Fagundes (PR-MT).

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) marcou uma reunião para a próxima quarta-feira, a fim de apreciar o parecer de Wellington Fagundes referente à nova meta. Caso seja aprovada no colegiado, a proposta ainda terá de ir à votação pelo plenário do Congresso. Ela teria de ser aprovada para que os parlamentares possam entrar oficialmente em recesso. Ainda não foi convocada uma sessão do Congresso para apreciar a proposta.

Leia mais:

Inflação da baixa renda foi maior que a oficial em junho

Governo eleva para 1,2% previsão para alta do PIB em 2017

Nesta sexta-feira, o dólar fechou em queda de 2,12%, a 3,29 reais, e a Bovespa subiu 2,16%, com investidores enxergando na meta fiscal para 2017 um sinal de comprometimento do governo com a austeridade fiscal. O número é inferior ao rombo de 170,5 bilhões de reais previsto para este ano. Até agora, no entanto, Temer ainda não especificou como vai cumprir o esforço fiscal de 55,4 bilhões de reais necessário para atingir o objetivo.

(Com Estadão Conteúdo)