Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo deve prorrogar IPI menor para carro e linha branca

Redução do imposto venceria no próximo dia 31, mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, pretende prorrogar o benefício a pedido do setor privado

O governo deve atender ao pedido do setor privado e prorrogar a redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis, que vence no dia 31 deste mês. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, também deve anunciar a renovação da redução do IPI para produtos da linha branca, como fogões e geladeiras.

O anúncio pode ser feito nesta quarta-feira pelo ministro, segundo fontes ouvidas pelo jornal O Estado de S. Paulo. A preocupação do governo é não trazer mais um elemento negativo para o comportamento da inflação no início de 2013 e, ao mesmo tempo, continuar dando fôlego para recuperação da atividade industrial.

Leia também:

Possível fim do corte do IPI puxa venda de carros

Governo estuda manter IPI menor para linha branca

O setor automobilístico, por exemplo, argumentou que o repasse do aumento do IPI para os preços dos carros é inevitável. Isso porque, além do aumento da carga tributária, as empresas estão obrigadas, a partir de 1.º de janeiro, a produzir 60% dos automóveis com airbag e freios ABS, o que também elevou o custo de produção das empresas.

O setor de produtos da chamada linha branca (fogão, geladeira e etc) também solicitou ao governo mais tempo para a redução temporária de IPI. Estava em estudo tornar permanente parte do incentivo.

A queda do tributo tem sido adotada como política de curto prazo para socorrer a economia em momentos de fraco crescimento por causa dos efeitos de crises internacionais. Além de automóveis, estão com IPI reduzido produtos da linha branca, móveis e luminárias, bens de capital e materiais de construção.

(com Estadão Conteúdo)