Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo assina termo de compromisso de socorro financeiro ao Rio

O presidente Michel Temer não quis fazer acordo de emergência enquanto as medidas necessárias não forem tomadas pela Alerj e pela Câmara

O governo federal assinou nesta quinta-feira uma “carta de intenções” com o estado do Rio de Janeiro para a aprovação de um plano de recuperação que envolve ajuste fiscal de 64,2 bilhões de reais até 2019. O presidente Michel Temer optou por assinar um termo de compromisso, desistindo de fazer um acordo de emergência sem a aprovação das medidas legais pelo Congresso e pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o acordo deve ser implementado entre março e abril.

Caberá ao governo fluminense buscar por conta própria uma saída via Supremo Tribunal Federal (STF) para conseguir a imediata vigência do plano. Mesmo assim, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, deixou claro que, “do ponto do vista da União”, o acordo só será implementado com as leis aprovadas. Meirelles se reuniu em Brasília com o governado do Rio, Luiz Fernando Pezão, e o presidente na última quinta-feira.

Acordo prevê medidas de 62,4 bilhões de reais para cobrir o rombo nas contas do Rio: 26 bilhões de reais neste ano, 18,7 bilhões de reais no próximo e mais 17,7 bilhões de reais em 2019.

De acordo com matéria do jornal Folha de S.Paulo, o rombo nas contas do estado é estimado em 26 bilhões de reais para este ano. O pacote prevê um aumento de impostos de 1,2 bilhão de reais, corte de despesas da ordem de 9 bilhões de reais e ganhos de 3,2 bilhões de reais com o aumento da contribuição previdenciária dos servidores de 11% para 14%, mais uma contribuição extra de 8% durante três anos.

(Da redação)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Antonio Carlos Peludo

    Um olho no peixe e outro no gato com o desgoverno do RJ tem de ser assim

    Curtir

  2. Francisco Carlos

    Esse ano tem carnaval no Rio?

    Curtir

  3. Vinicius Souza

    como sempre passando por cima dos outros para fazer as coisas a sua maneira. só desprezo.

    Curtir