Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo aprova programas de desligamento de empregados de 7 estatais

Incluindo Petrobras e Correios, plano deve desligar mais de 21 mil empregados e cortar cerca de R$ 2,3 bilhões por ano

Sete empresas estatais federais tiveram as propostas de programas de desligamento voluntário (PDV) aprovadas pelo Ministério da Economia. Segundo a Secretaria de Coordenação e Governança das Estatais, os programas devem resultar no desligamento de mais de 21 mil empregados e cortar gastos de de 2,3 bilhões reais por ano.

O Ministério da Economia só nomeou quatro das sete empresas com propostas de PDV: Correios, Petrobras, Infraero e Embrapa. Essas companhias já tinham anunciado que pretendiam reduzir o quadro este ano. A pasta não informou as outras três estatais, alegando questões estratégicas, porque caberá a cada empresa decidir se anuncia o PDV.

A secretaria informou que a expectativa é que os programas aprovados sejam finalizados ainda este ano. Os programas de desligamento voluntário, explicou o órgão, visam à redução de custos, com aumento da produtividade das empresas estatais.

De acordo com a secretaria, além dos sete planos aprovados, o governo estuda a adoção de mais quatro programas de empresas distintas ainda para este ano.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Talvez nunca entendamos essas ações, pois elas são apenas explicadas pela mídia, mas, é provável que esse governo tenha encontrado apenas uma máquina de empregar amigos, sem nunca ter condições de manter esse status. Agora está sendo descoberto que nosso país era uma farsa de ajudinhas mutuas com o intuito apenas de populismo eleitoreiro.

    Curtir