Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Governo abre em março novas contratações da faixa 1 do Minha Casa

Faixa 1 do programa atende famílias com renda mensal máxima de 1.800 reais

Por Da redação 17 fev 2017, 11h51

As novas contratações para faixa 1 do programa habitacional Minha Casa Minha Vida terão início em março, informou o Ministério das Cidades nesta sexta-feira.

Estão previstas 170 mil novas unidades para faixa 1, que atende famílias com renda de até 1.800 reais por mês. Nesta faixa, os beneficiários podem receber subsídios de até 90% do valor do imóvel. O financiamento pode ser pago em até 120 prestações mensais de no máximo R$ 270,00, sem juros.

  • Para modalidade “entidades”, em que grupos sociais e associações podem fazer a gestão de todo o desenvolvimento das moradias, foram reservadas 35 mil unidades em 2017, quase o dobro das 18.737 contratadas em 2014.

    O ministério informou ainda que atenderá a um número maior de famílias nas operações de financiamento com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). “Como efeitos positivos desta nova medida, o governo federal acredita na geração de mais empregos formais no país e mais renda para toda a população”, informou a nota.

    No início do mês, o governo anunciou mudanças em regras do Minha Casa Minha Vida, elevando o perfil de renda nas faixas 1,5; 2 e 3 do programa habitacional, assim como o valor máximo dos imóveis enquadrados. Nessas faixas, a taxa de juros do financiamento varia de 5% a 9,16% ao mês, dependendo da faixa salarial dos compradores.

    O valor máximo de avaliação dos imóveis que podem ser financiados pelo programa subiu de R$ 225 mil para R$ 240 mil em São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Nas capitais das regiões Norte e Nordeste, o valor passou de R$ 170 mil para R$ 180 mil.

    (Com agência Reuters)

    Continua após a publicidade
    Publicidade